Aonde minha memória chegar | 2019

Plotagem sobre papel vegetal A3 e caixa articulada revestida em tecido,

1,5 x 29,7 x 42cm

Livro de artista composto por uma caixa articulada e 8 folhas soltas de papel vegetal que apresentam-se como um projeto inacabado de memória da casa onde cresci.

Flashes da memória deste lugar tentam desenhar uma planta arquitetônica que nunca se completa. Cada prancha é uma tentativa de lembrança. O conjunto se compõe destas sucessivas revisões, onde o gesto de lembrar algo adiante pressupõe também esquecer.

As pranchas foram realizadas no programa de desenho Autocad.