Bandeira | 2016- atual

2 pregos de aço, arame e 100 fitas brancas de poliéster com frases carimbadas com tinta de tecido, 40cm x 80cm x 3cm

Trabalho que surge da apropriação das intervenções realizadas pela população na bandeira do Brasil, onde o lema original positivista “Ordem e Progresso” foi substituído por outras frases. 100 frases apropriadas foram escritas através de carimbos e tinta verde em fitas virgens do Senhor do Bonfim e amarradas em um arame esticado. O arame aqui faz menção ao varal de arame, muito popular no país e à ideia de “gambiarra”, de algo improvisado.

O trabalho sofre constantes atualizações, com o acréscimo de novas fitas, à medida em que mais uma bandeira com um novo lema é coletada pela internet. Toda a pesquisa decorrente deste processo é arquivada no perfil do Instagram @coleção_bandeira.

Bandeira [fragmento]  | 2016- atual

Cabos de aço e 2 mil fitas brancas de poliéster com a impressão da frase Ninguém vai tombar nossa bandeira

Instalação realizada no gradil do Centro Cultural da Diversidade na ocasião da exposição coletiva Ninguém vai tombar nossa bandeira com curadoria de Julia Lima.

Um fragmento de "Bandeira" multiplicado duas mil vezes e amarrado no gradil do Centro Cultural convida o passante a fazer uma pausa para olhar e tocar as fitas. O trabalho foi feito para se entregar fisicamente às pessoas e se dissipar pela cidade.