Sem título 2020

​"Sem título" remete ironicamente ao poder do papel como documento gerador de verdades ao mesmo tempo em que cria narrativas próprias colapsando as noções de realidade em um território.